Caracterização das Extensões

EXTENSÕES EM DESENVOLVIMENTO

LABORATÓRIO EDUCAÇÃO E FILOSOFIA DA EMANCIPAÇÃO (LEFEMA)

Como introdução a esse importante aspecto na descrição das ações promovidas sob a tutela do Laboratório Educação, Filosofia e Emancipação, destaca-se que as pesquisas apontadas a seguir são decorrentes de processo investigativo iniciado durante o curso de graduação de ciências iniciado em 1969, quando devíamos debater o desenvolvimento de temas ligados ao ensino de ciências, nas vertentes da física, química e biologia integrados entre si, e em especial com a matemática com as vertentes de geometria, aritmética e cálculo. Nessa oportunidade participei de um curso desenvolvido pelo professor Lauro de Oliveira Lima, sobre dinâmica de Grupo e interação das matérias escolares. Esse curso trouxe argumentos importantes sobre como pensar interação ante abordagens que se apresentavam até então, distantes e hermeticamente separadas.

Essa primeira possibilidade de pensar e fazer educação integrada, se ampliou durante o curso de graduação em biologia e depois em pedagogia quando entrevistamos o Prof. Hilton Japiassú, em decorrência de nas aulas de Filosofia da Educação termos debatido o livro “O mito da Neutralidade Científica”. Essa oportunidade abriu um universo que se descortinou sem tréguas, tendo continuidade nos programas de mestrado e doutorado em Educação e depois no pós doutorado em Filosofia da Educação nos quais o tema da Inter e da Trans disciplinaridade se desenvolveu de forma contínua em diferentes processos investigativos.

Nesses processos cabe destacar a pesquisa que desembocou na edição de uma coleção de livros de ciências para o ensino fundamental, cujos temas e conteúdos seguiam a interação de sete temas integradores presentes em todos os volumes do Primeiro ao oitavo ano do ensino fundamental, mas com crescente grau de complexidade, interagindo física, química, biologia e também matemática, geografia e história.

Com base nesse acervo inicial a vida acadêmica me conduziu para o trabalho de educação com comunidade indígenas, o que abriu novos horizontes e possibilidades que se ampliaram em diferentes regiões brasileiras, se estendendo a comunidades originárias da Colômbia e do Perú. Desse movimento investigativo sempre sintonizado na perspectiva da filosofia, da ontologia e das interações como agentes constituintes de processo educativo, que fosse capaz de enfrentar a tirania imposta pela barbárie colonial e colonialista presente até a contemporaneidade, chegamos aos temas tratados nas três pesquisas que constituem as pesquisas como se apresentam na atualidade.

Esses três temas, Pedagogia da Pachamama/Tayta Inti, Abordagem de ciência referendada na Fenomenologia Schiller-Goethiana e Educação referenciada na emancipação do que promove vida, já estão em debate há alguns anos e agora esses três temas, já apresentam um importante acervo de concepções que estão em fase de debates para serem impressos na forma de livros. Nesse sentido foi criado o site profjacob.com.br, o qual comporta 24 apresentações de Power Point que refletem o que foi concebido com relação a esses três temas, com o propósito de serem sistematicamente debatidos em diferentes circunstâncias, para que sejam refinadas as concepções para que desse processo se desenvolva a publicação, dessas propostas acadêmicas em forma de livro.

Assim, com essa motivação apresentamos uma resenha do que se pretende em cada um dos projetos de pesquisa a que se refere esse registro, como ação desenvolvida pelo e no LEFEMA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *